Vereador Américo de Deus é contra o possível fechamento de agências do Banese

por Sheyla Morales, Assessoria de Imprensa do parlamentar — publicado 14/02/2020 11h41, última modificação 14/02/2020 11h41
Vereador Américo de Deus é contra o possível fechamento de agências do Banese

Foto: Assessoria do parlamentar

Sem dúvidas o Banese deve ser valorizado, seguindo a linha de raciocínio de que é um banco que possui retorno social e financeiro dentro do Estado. Ele tem 58 anos de existência, mais de 3 mil funcionários diretos e indiretos, e mais de 1 milhão de clientes.

 Diante das últimas notícias veiculadas na mídia estadual, de que 16 agências seriam fechadas, o vereador Américo de Deus (Rede) não pôde se calar. “Temos 12 mil ações sociais pelo Instituto Banese e Museu da Gente. O Banese tem um patrimônio de R$5,05 bilhões. Em 2018, teve uma lucratividade de R$ 62,5 milhões. O Banese nunca deu prejuízo ao Estado. E neste ano, só de lucratividade está chegando a R$ 41 milhões. O Banese é um pequeno gigante, e gigante pela própria natureza. Diante das notícias veiculadas, sobre o possível fechamento de 16 agências, me manifesto contrário e vou lutar pela permanência delas”, comentou Américo.

 Ontem, 13, o parlamentar divulgou em suas redes sociais um vídeo com seu pronunciando quanto ao fato, já que, além de parlamentar é funcionário aposentando do Banese, portanto, baneseano de coração, como bem expressa em seus discursos. “O Banese não é igual aos bancos privados. Nós não vamos deixar esse projeto neoliberal seguir em frente. Na Câmara Municipal de Aracaju criamos uma frente parlamentar para defender instituições estatais”, concluiu.

 Segundo diversos sites de notícias, a informação publicada sobre o fechamento das agências é uma fake news. Sendo posteriormente veiculada uma nota emitida pelo banco.

NOTA OFICIAL

“Na contramão do que grandes bancos já anunciaram que farão até o final de 2020, o Banco do Estado de Sergipe – Banese - informa que não fechará nenhuma agência bancária no interior do Estado e nem demitirá nenhum funcionário.

A partir do dia 13 de março, o banco realizará uma reestruturação de algumas unidades, transformando-as em Escritórios de Negócios, visando melhorar o atendimento, a experiência do cliente e a eficiência da instituição.

Neste novo modelo, o atendimento aos clientes do Banese não será prejudicado, pois as operações de negócios continuarão sendo realizadas na própria unidade e as transações de caixa poderão ser realizadas através dos Correspondentes Bancários, Caixas Eletrônicos, Aplicativo Banese e Internet Banking, que hoje já representam mais de 97% do total das transações do banco.

Por fim, o Banese reforça que continuará presente nos municípios sergipanos, investindo cada vez mais em tecnologia e qualidade, buscando cumprir a sua missão de simplificar a vida dos seus clientes através de soluções financeiras inovadoras".

Banco do Estado de Sergipe – Banese